domingo, 30 de setembro de 2012

Miodrag Pávlovitch

PACIFICAÇÃO
Nas trevas
uma abelha
perfura os olhos
do moribundo

O cego
ergue as mãos
o punho recende
a flor

Um sol miúdo
ingressa pela porta
Sangue escorre pelo vidro

Aviso
aos que enxergam longe

(Bosque da Maldição, 2003, trad. Aleksandar Jovanovic)

Nenhum comentário:

Wislawa Szymborska

 NADA É DADO Nada é dado, tudo emprestado. Estou atolada em dívidas até o pescoço. Serei forçada a pagar por mim gastando a mim mesma, dando...