domingo, 11 de maio de 2014

Ailton Volpato

E se foi, com a música,
o músico na pauta bamba que é a vida.
Esteve só, nos sóis tocados,
inflamando o peito;
até ouvirem orbitar a Terra e os seus dons,
alqueires de homens semeados
em luz e sombra - o amor.

E as chuvas musicais,
executadas na batuta criadora
de ações e repousos,
alagaram os sons,
- penhasco sulcado dos olhos
ao barro batido aos pés -
uma nova criação.

E as criaturas  se recriam
e se reprocriam
nas vivas sinfonias de Deus.
© Ailton Volpato - Todos os direitos reservados





Nenhum comentário: