sábado, 6 de dezembro de 2014

Marianne Moore

NEM MELHOR QUE UM “NARCISO SEM VIÇO”

Ben Jonson disse que era? ‘ ‘Ah! eu cairia inda,
como neve a derreter numa alta colina,
          gota a gota.”

Também eu até ver luzir verde brocado
francês, como se um lagarto no sombreado
          fosse exato —

com adornos de réplicas de violeta —
feito Sidney, junto à limeira com a jaqueta
          listrada — uma

obra de arte. E a impressão que eu também dava era a de
quem descansa, tranquilo, debaixo de uma árvore —
          sem narciso.

[In Poemas, seleção João Moura Jr.; tradução e posfácio José Antonio Arantes. São Paulo, Companhia das Letras, 1991, p. 145].


Nenhum comentário: