segunda-feira, 18 de maio de 2015

Fany Aktinol

Confundias em mim
o silêncio com a melancolia
quando assistia imóvel
à passagem do tempo
e deixei que me atravessassem
suas marcas.

O silêncio é o recorte da alma -
se estás sem medo
e desapegado
o som do vazio
preencherá o ar:
nenhum bater de asas
nenhuma folha ao vento
será audível -
a vida te inundará -
corpo e sentidos.

Serás aquele que passou
pelo silêncio dos abismos
e sobreviveu
como, creio, eu.

© Fanny Aktinol


Nenhum comentário:

Dora Ferreira da Silva

Habitas meu coração: barbas de rei assírio olhar de extensões alheias a tempo e medida. Tua voz tem asas de falcão e pousa nas...