domingo, 1 de abril de 2012

Emílio Moura

Bucólica

Olha este azul, Eliana!

Que importa o que não fui,
se o que não sou te embala?

Nenhum comentário:

Kabir

KABIR Eu disse, à criatura sedenta dentro de mim, que rio é esse que desejas atravessar? Não há viajantes na estrada que leva ao rio, e ...