terça-feira, 2 de julho de 2013

Emily Dickinson

O Zumbir de uma Abelha 
Um Feitiço - me deixa - 
Se perguntam por quê - 
Será mais fácil eu morrer - 
Do que contar -

O Rubro na Colina - 
Toda me desanima - 
Se alguém zombando rir - 
Pare - é que Deus está aqui - 
Ponto final.

Quando a Manhã irrompe 
Aumenta o meu Encanto - 
Se o porquê quer alguém -
 O Artista - que me fez assim - 
É quem dirá!

A Paz é uma ficção da Fé -

In A branca voz da solidão, tradução de José Lira, São Paulo: Iluminuras, 2011, p. 45


LAURA KNIGHT



Nenhum comentário: