domingo, 8 de setembro de 2013

Emily Dickinson

Nunca me senti em Casa — Aqui —
E lá nos Belos Céus
Jamais me sentirei em Casa — eu sei — 
Não gosto do Paraíso —

Porque é Domingo — todo o tempo lá — 
E nunca — há Intervalo —
E o Éden é tão triste nas brilhantes 
Tardes de Quarta-feira —

Se Deus fosse em visita —
Ou fizesse uma Sesta —
De forma a não nos ver — mas dizem 
Que Ele é — um Telescópio

Que nos vigia Perene —
Eu fugiria D’Ele —
Do Espírito Santo — de Todos —
Mas há o dito «Dia do Juízo Final»!

In Cem Poemas, trad. Ana Luísa Amaral, Lisboa, Ed. Relógio D´Água, 2010, p. 71.



Nenhum comentário: