domingo, 20 de outubro de 2013

Paulo Leminski

ROSA RILKE RAIMUNDO CORREIA

Uma pálpebra,
mais uma, 
mais outras, 
enfim, dezenas de pálpebras sobre pálpebras 
tentando fazer 
das minhas trevas 
alguma coisa a mais 
que lágrimas

Sobre Paulo Leminski

In Melhores Poemas Paulo Leminski, seleção Fred Góes Álvaro Marins, São Paulo, Global, 2002, p. 133

Roberto van der Ploeg

Nenhum comentário:

Wislawa Szymborska

 NADA É DADO Nada é dado, tudo emprestado. Estou atolada em dívidas até o pescoço. Serei forçada a pagar por mim gastando a mim mesma, dando...