quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Antonio Gamoneda

A MEMÓRIA é mortal. Nalgumas tardes, 
Billie Holyday põe sua rosa enferma em meus ouvidos.
Nalgumas tardes me surpreendo
distante de mim, chorando. 

-------------------------------------

UMA paixão fria endurece minhas lágrimas.
Pesam as pedras em meus olhos: alguém
me destrói ou me ama. 

In Esta luz, Poesía Reunida (1947-2004), Barcelona, Círculo de Lectores, S.A./ Galaxia Gutenberg, 2010, pp. 422-423. 



Nenhum comentário: