quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Konstantínos Kaváfis

EPITÁFIO DE ANTÍOCO, REI DE COMAGENA
Depois que voltou, tristíssima, de seu funeral,
a irmã daquele que viveu sóbria e afavelmente,
Antíoco, rei muito erudito de Comagena,
queria para ele um epitáfio.
E o sofista Calistrato de Éfeso que se instalava
frequentemente no pequeno estado de Comagena,
e que pela casa real
prazerosamente e repetidas vezes foi recebido como hóspede
redigiu-o, com a indicação dos artesãos sírios,
e enviou-o à velha senhora.

"Do benfeitor rei Antíoco
que se celebre dignamente, ó comagenenses, a glória.
Foi de nosso país um governante prudente.
Foi justo, sábio, valente.
Foi, além disso, o que há de melhor, helênico -
atributo mais honroso não possui a humanidade:
entre os deuses é que se encontram mais elevados".

[Poemas de K. Kaváfis, São Paulo, Ed. Odysseus, 2006, trad. de Ísis Borges da Fonseca, p. 279]. 

Nenhum comentário: